Empreender | Uma coincidência não tão coincidência assim
41
post-template-default,single,single-post,postid-41,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Uma coincidência não tão coincidência assim

Uma coincidência não tão coincidência assim

Estava observando o que as pessoas de sucesso tem em comum. E cheguei a conclusão, mesmo sem questioná-las a respeito, que todas seguem a filosofia do “givers gain”.

A filosofia do “givers gain” foi difundida pelo Dr. Ivan Misner, e sua tradução é o simples “é dando que se recebe”.

Tenho um tio que repetia o tal “givers gain” a torto e a direito. E hoje eu posso falar que entendo toda a complexidade por trás disso. Pois o givers gain é uma filosofia de vida que exige certa dose de paz de espírito e maturidade para ser aplicada na prática.

E se você duvida que as pessoas de sucesso aplicam isso em suas vidas, basta ver que todas elas possuem ou ajudam projetos de caridade. As vezes ficamos com a impressão de que elas querem apenas aparecer para a mídia, ou fazer posse de “boazinhas”, mas na realidade elas estão pura e simplesmente renovando energia.

Nessa hora eu sei que existem dois tipos de leitor: o que se interessou e o que vai continuar lendo tudo isso pra poder contestar.

Eu escrevi no meu primeiro texto aqui: empreender é resultado de mudanças físicas e psicológicas que sofremos durante nossas vidas. Existe uma preparação para isso, pois a jornada é difícil. Ou você acha que foi tranquila a jornada de Mark Zuckerberg e seu Facebook? Ou  Graham Bell ao inventar o telefone? Não, não foi. Exigiu uma preparação psicológica para que eles pudessem suportar os desafios mas, principalmente, as correntes de “isso não vai dar certo”.

Em 1997, eu tive a idéia de pedir pizza por email ou através de um site. Fiquei pensando na praticidade do processo, e que me custaria quase o mesmo que um impulso telefônico. Escutei uma série de pessoas dizendo como aquela idéia era estúpida. Talvez se eu tivesse ignorado os críticos e seguido minha intuição, hoje eu seria dono do ifood. Quem sabe? Ou talvez a sociedade de 1997 não estivesse preparada pra tamanha evolução e minha idéia teria sido um fracasso.

Eu sei que fugi um pouco do tema. Mas a verdade é que existe uma coisa que só um empreendedor possui e entende: a sua intuição. Ela é, para mim, uma chave de sucesso. Porque quem tem o timing correto pra seguir a própria intuição, invariavelmente vai ter sucesso – ou vai gerar uma nova idéia de sucesso.

Eu falei do Givers Gain porque acredito que é uma filosofia fundamental, tantos nos dias de hoje, quanto a quem quer ser um empreendedor. E ela exige uma paz interior e uma preparação psicológica enorme. E é ela que fará com que você feche parcerias e conte com a ajuda de pessoas que você pouco conhece. O givers gain é uma realidade para as pessoas de sucesso. Então reflita, pense em como você pode se preparar mentalmente para abraçar essa filosofia e, se quiser saber mais a respeito, dá uma lida no que o Dr. Ivan Misner diz sobre isso aqui